quinta-feira, março 29, 2012

de de Por:
Isso mesmo, me tornei uma mamãe slingueira...
Já contei aqui antes o sufoco que eu passava quando ia sair com o Pietro, o medo dos chiliques dele, do chororo e de passar vergonha na frente do povo, Haha!
Pesquisando e pesquisando na nossa amiga internet conheci o mundo Slingueiro, vou explicar direitinho pra vcs o que o sling:

O que é um sling?
Slings são tecidos que servem como suporte ergonômico de colo para bebês.
Podem ser utilizados desde o recém nascido, por sua maleabilidade e fácil adaptação aos diversos corpos.

É um ótimo estímulo para a coordenação motora e estruturação física, permitindo a movimentação natural do bebê durante o uso". Apoiado e recomendado pelos melhores pediatras, o sling se torna cada vez mais comum, muito embora não seja exatamente uma novidade, ele apenas ganhou uma cara fashion e moderna.
Ideal para o uso cotidiano, proporciona maior segurança e liberdade.

"As mães relatam que seus filhos choram menos e se sentem mais seguros, além de sentarem e andarem mais cedo", afirma a pediatra Jucille Meneses, do departamento científico de neonatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. "Embora não haja embasamento científico para indicar o uso do 'sling', o contato com a mãe é benéfico para o lactente." 

Nos Estados Unidos, o pediatra William Sears, autor de mais de 40 livros, é um dos entusiastas dos carregadores e o responsável por cunhar o termo "babywearing" (algo como "vestir o bebê"). De acordo com ele, os bebês "slingados" choram menos, aprendem mais e são mais espertos.

 "O bebê sai da barriga e é colocado em um berço grande e vazio, o que é muito frio. No 'sling', é como se continuasse no meu corpo", diz. "E, se ele quer mamar, é só arrumar o pano que não dá para ninguém ver"

A pediatra Jucille Meneses cita outras vantagens da rede: mantém as pernas do bebê unidas e não altera o desenvolvimento do quadril, o que pode ocorrer com o uso contínuo da mochila e de modelos tipo cadeirinha. "Algumas pessoas podem se questionar se o carregador aumenta a curvatura da coluna vertebral do bebê, mas isso não ocorre. Ele não leva a vícios de posição", completa.


Cólicas 
O "sling" também costuma ser associado à diminuição das cólicas. Relze Fernandes, que passou dez meses "slingando" os filhos, atribui as poucas crises ao fato de eles terem passado muito tempo com as pernas encolhidas na rede. Para a pediatra, a explicação é outra: as dores diminuem graças ao fortalecimento do vínculo entre a mãe e o bebê, "que melhora o ambiente psíquico e, conseqüentemente, as cólicas". 

Vale lembrar que os carregadores são seguros, desde que os pais tomem alguns cuidados, como verificar o estado da costura e do tecido, não deixar que o pano cubra o rosto do bebê, não colocar objetos dentro do "sling" e, por fim, usar o bom senso ao transportar a criança, segurando-a ao se inclinar para a frente e evitando manipular bebidas quentes e chegar perto de chamas ou objetos cortantes e pontiagudos. O uso é contra-indicado ao andar de bicicleta ou dentro do carro. 

fonte : folha on line. leia reportagem completa em 
http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u428589.shtml

Onde e quando usar um sling?

"Eu uso o sling sempre que preciso ficar com o meu bebê no colo e ao mesmo tempo de olho em outra coisa, como por exemplo ir ao supermercado.. fala sério? dá pra avaliar algum produto com o filhinho naquele bebe conforto 'adoravel " do carrinho de supermercado? e numa loja de shopping, então? rs.. aff, eu me perco, fico horas pra escolher uma blusinha qualquer.. antes do sling eu ficava sempre com "um olho no peixe e outro no gato", acabava comprando qualquer coisa.. e na livraria então?? se pudesse, eu moraria em uma... rss....


 ... quando usava o carrinho, toda hora eu tinha que dar de cara com o olhar de reprovação de um pobre faminto por literatura querendo passar e aquela geringonça na frente.. o que me faz ficar tranquila é justamente a certeza de que ele está "koladinho" mesmo em mim, onde ele dorme, acorda, mama, se chora, basta um "shhhhhhhhh mamãe ta aqui" pronto, volta a dormir feito um anjinho.. quando eu ofereço um sling para outra mãe é isto que estou oferecendo, vai muito além de um simples produto a mais que ela estará comprando, é um acessório decididamente útil em todo o tempo, enquanto o bebê precisar de colinho, será sempre vem vindo um sling "Koladinho"..rs 
(texto tirado do blog koladinhosling.com)

Diante de tantas coisas boas nao resisti e comprei um sling pra treinar com o Pietro, no começo nao Eh fácil, confesso.. Mas insisti bastante e fomos a prova de fogo
Fomos ao shopping, e o Pietro foi e voltou dormindo
Fomos ao mercado, e o Pietro foi dormindo acordou olhou o povo e voltou a dormir
Fomos a feira, e o Pietro foi e voltou dormindo

APROVADISSIMOOOOO...

Amei minha gente, hoje slingamos pra cima e pra baixo e eu super recomendo esse pedaço de pano que salva nossa vida!

Beijinhos galera!
Comentários
2 Comentários

2 comentários: