terça-feira, julho 02, 2013

de de Por:
Bom Dia meninas, como vão?
Pietro sempre foi uma criança muito boazinha, claro que não um santo pois é uma criança e não um robô né?
Mas ele nunca me deu trabalho, ele é calmo, obediente, carinhoso... uma graça de criança, todo mundo falava como ele era bonzinho, que bonitinho, nem dá trabalho e eu ficava muito satisfeita, claro. Que mãe não gosta de ser elogiada quanto a criação de seu filho, né?
Mas desde que completou seus 18 meses algo tem mudado, meu filho se transformou assim, de repente, do nada, e aparentemente sem motivos.
Agora o Pietro grita, ele se joga no chão, ele geme na hora de chorar pra fazer birra, bate o pé ... Ai meu Deus, um horror. E meu marido e eu olhamos um pra cara do outro e perguntamos: Cadê meu filho que estava aqui? Sumiu?
Pesquisei, procurei, perguntei, me informei e cheguei a conclusão que aquela crise dos dois anos chegou por aqui, onde a criança se entende por indivíduo que tem vontade própria e, não mais uma continuação da mãe (aquela parte que eu gostava tanto)
Ele tem vontade daquilo e ele quer aquilo, se a gente diz não, ele não entende porque ele não pode ter aquilo, ele simplesmente quer e pronto. Ele não sabe como lhe dar com a frustração porque até algumas semanas atrás o que a gente mandava ele fazer, ele fazia e agora tem que lhe dar com o NÃO de verdade, e isso não deve ser fácil pra ele também, digo também porque isso não é fácil nem pra gente.
Nós temos que ter muita paciência porque nós somos os pais, os responsáveis por eles e temos que ensinar, cabe a nós ensinar a eles como passar por essa frustração, porque ele tem que passar por ela, afinal, faz parte da vida né, ele vai passar muito por isso na vida e as pessoas lá fora não vão tratar dele com tanto amor e carinho como eu a MÃE.
Com esse post todo quero dizer a vocês que isso tudo é uma fase, se seu filho também tem esses sintomas e tem a faixa etária entre um ano e meio a três anos, saiba que pode ser, sim, um sinal do terrible two, ou como dizem por aqui a Adolescência dos bebês, e que é uma fase, como qualquer outra, que passar e que temos que ser firmes e mostrar a eles a coisa certa a se fazer, agora é que a gente começa a criar os filhos, eles vão nos testar a cada oportunidade, claro que não é proposital, mas eles precisam entender que o mundo não gira em torno deles e que eles tem que aprender a lhe dar com os NÃO's e que inclusive os NÃO's são para seu bem, para seu amadurecimento.
É uma crise muito complicada de lhe dar mas tenho certeza que vencerei com louvor.
Vou continuar pesquisando sobre o assunto e sempre que puder trago novidades sobre o assunto pra vocês.


Cadê o bebê que estava aqui???


Mais alguém aí passando por isso?
Me contem como está sendo com vocês, vou adorar poder compartilhar esse momento tão dificíl com vocês.

Beeeijos!!!
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Oi, Saah! Luquinha e Pietro têm a mesma idade e já tem algum tempo que Luquinha vem dando um trabalhinho. rs Nada tão grave, mas como vc viu no post sobre castigo, ele já anda aprontando. Não acho que no caso dele seja parte já dos terrible two. O que acho que acontece é que ele já sabe o que quer. Isso faz com que as coisas não sejam mais tão simples. rs Por isso, apelamos o castigo. Espero que a fase passe logo. E que ela demore a chegar por aqui. kkk =) Beijosss

    ResponderExcluir