quinta-feira, janeiro 09, 2014

de de Por:
Olá meninas, estão todas boas?

Como vocês já sabem o Pietro completou recentemente seus tão esperados dois anos (vivaa!) e continua firme e forte na amamentação.
Eu claro, agradeço por ainda ter o leitinho para o meu filhote mamar e se acalentar quando precisa. Apesar de sempre dizer que não é fácil e que as vezes tenho vontade de jogar tudo pro alto, rsrsrs... É um esforço que vale muito a pena, quando  vc não vê seu filho ficar doente, e quando fica o médico manda dar o leite do peito por 3 dias para ele se recuperar, sem remédios desnecessários, tendo a certeza que é o melhor remédio, tanto pro físico quanto pro emocional do nosso filho.  Então hoje anuncio que oficialmente entramos no ranking das mães que praticam amamentação prolongada (após 2 anos)!!!

Para comemorar esse momento tão especial para nós, trago um exemplo dos bons e informações valiosas de uma mãe que sabe o que diz, e tem experiência própria sobre o assunto.
Procurei a Isabela Kanupp do blog Para Beatriz, para conversarmos um pouquinho sobre como foi sua experiência em relação a amamentação prolongada.


Quer saber mais sobre o assunto?
Vem comigo:

Isabela, primeiramente obrigada mais uma vez por se dispor a nos ajudar, fico imensamente grata!

1) Por quanto tempo você amamentou a Beatriz?

Amamentei a Beatriz por exatos 4 anos.
2) Você "planejou" a amamentação prolongada ou foi acontecendo naturalmente?

Não. Eu nem sequer planejei amamentar, aquela coisa de ler sobre, me informar, etc. Na época não havia tantos blogs como tem hoje, mas de alguma forma eu sabia que queria amamentar. E eu consegui, vejo hoje como pura sorte, e foi indo. Totalmente sem planejamento.

3) Como você lidava com os comentários (desnecessários e as vezes maldosos) das pessoas?

Eu sempre ficava muito na defensiva com comentários de familiares, por serem pessoas próximas e saber da minha escolha. Então eu debatia, mostrava dados, tentava ~catequizar~a pessoa. Depois, larguei mão de fazer isso. O que me incomodava - e até amedrontava - eram os comentários de desconhecidos dentro de onibus, olhares masculinos, piadas, etc.;
4) Você pensou em desistir alguma vez? Porque?

Pensei em desistir logo no começo da amamentação, naquele período de adaptação onde os seios enchem de leite e bate um desespero.
5) Você teve dificuldade no início?

Tive somente no início, com a questão da pega e depois nessa adaptação que citei acima.
6) Quais os principais pontos positivos e negativos na sua opinião da amamentação prolongada?

Os pontos positivos acredito muito na questão emocional da criança, no apego, na parte nutricional do leite até mesmo depois dos dois anos. Os negativos é que demanda tempo, é uma dedicação que infelizmente não está ao alcance de todos. Sabemos que muitas pessoas não conseguem nem mesmo amamentar 6 meses pela volta ao trabalho - que muitas vezes não é opcional - quanto mais estar ali disponível sempre. Claro que a Beatriz não mamava 24 horas por dia, eu ficava dias ausente a trabalho o outra coisa e ela ficava sem mamar, mas existe sim uma dedicação que tem de ter, demanda tempo, paciência. Tem de querer e tem de ter uam rede de apoio que favoreça a isso.
7) O que você diria para quem está apenas no começo dessa jornada?

Não se cobre! Acho que estipular metas nao é um bom caminho porque estamos falando de seres humanos. Tipo, vou amamentar até os 7 anos! Não! Amamente até quando for legal para você e para o seu filho. Não faça da amamentação prolongada uma obrigação, não deixe que se torne um fardo. Se tornar, não amamente mais. Tem de ser bacana para os dois. Amamentação prolongada tem de ser opcional, não obrigatório. E se informe, leia bastante sobre o assunto, leia outras experiências, tenha paciências porque há dias difíceis. E faça sempre cara de alface para os comentários indesejados.

----------------------

Me serviu de uma imensa inspiração e a certeza de que estamos no caminho certo.
Espero que tenham gostado do resultado da nossa entrevista. E que venham os 3 anos! rs


Beeeeeeijos amores, e obrigada!
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. amei a entrevista
    amo amamentar e como você soube lhe
    dar com a situação
    parabéns
    lindo dia

    Nanda
    beijokas
    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir