sexta-feira, março 07, 2014

de de Por:
Um dia, enquanto estávamos numa consulta do Pietro com o pediatra, surgiu a dúvida sobre o andador e, sem nem nos deixar terminar a pergunta ele logo foi falando pra NUNCA, JAMAIS comprar esse "troço" pro Pietro, que fazia muito mal para as crianças e que era impossível ele contar quantos pacientes ele já havia atendido, de acidentes muitas vezes graves, causado pelo andador.

Não sabia que era assim tão perigoso, que logo fui pesquisar para saber mais sobre o assunto.

E a cada pesquisa, minha indignação aumentava, pelos imensos relatos de mães que já usaram e seus filhos sofreram de alguma forma, por causa do andador.

Recentemente foi proibido no Brasil a venda dos andadores, pelos riscos que ele apresenta para as crianças, mas essa regra já ocorre em outros países há muito mais tempo, como nos Estados Unidos e Canadá por exemplo.
E se foi proibido é porque certamente ele faz mais mal que bem para as crianças, né?

Mas meu foco nesse post é falar das experiências que já ouvi de outras mães...

Um dos maiores riscos é a queda, que pode causar graves traumas na cabeça, e nada assusta mais uma mãe do acidentes na cabecinha, né?
O próprio pediatra do Pietro nos relatou vários episódios de mães que chegaram lá desesperadas com a criança e o ferimento era na cabeça, tinha que chamar a ambulância para fazer exames mais precisos que ele não podia fazer no consultório. (aterrorizante)

Existem também os problemas na formação do equilíbrio, já notei algumas crianças que usaram andadores e demoraram a conseguir ficar em pé e ao andar andavam nas ponstas dos pés, devido o costume do andador.
Algumas crianças ficam com aberturas nas pernas, que pode ou não voltar ao normal com o tempo, em alguns casos pode depender de fisioterapia para endireitar as perninhas.

E sobre a falsa impressão de independência que o andador traz aos pais, que é um dos maiores motivos para usar o andador. Os pais costumam dizer que o bebê fica mais "livre" e que consegue se mover para todos os cantos da casa, mas será mesmo que esse é o tipo de independência certa para as crianças?
Ao meu ver, independência a criança começa a ter quando ela mesma se sente preparada, para sair se arrastando pela casa em busca de algum objeto que deseja, depois começa a engatinhar para posteriormente andar, tudo por vontade própria, no seu tempo, e sem pressão, sem riscos desnecessários.

Adapte a sua casa para que a criança consiga explorar livremente sem oferecer riscos e deixe-a livre, verá que o uso do andador será completamente desnecessário.

E certamente você já deve ter ouvido alguém dizer: Ahh mas eu usei, meu filho usou e fulano de tal usou também e ninguém morreu, tá todo mundo vivo e andando.
GENTE, pelamor né???
Precisa alguém MORRER pra vc ter certeza do risco oferecido?
Se foi proibido, é porque existiram pesquisas, estudos, e muitos e muitos casos que motivaram isso.
Eu não vou oferecer esse tipo de risco para o meu filho, na esperança que ele não morra!
Mas não mesmo!

Fica aqui o alerta para os pais que estão nessa fase de início de liberdade dos filhotes... deixe-os livres!


Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Olá! Adorei conhecer o seu blog!
    Sabe que meus dois bebês usaram andador? Por pouquíssimo tempo, cerca de 1 mês apenas, cada um. Só para dar aquele empurrãozinho para andarem de vez.
    Sempre com vigilância máxima, e ainda assim, uma vez, minha filha capotou com ele.
    Realmente, hoje eu não indico pra ninguém. Até joguei um andador fora essa semana, para outros bebês não correrem o risco.
    São desnecessários no desenvolvimento da criança e também conheço um bebê que ficou com dificuldades sérias para andar depois de ficar muito tempo no andador.
    Ótima dica!
    Aproveita e passa no Recanto das Mamães Blogueiras p/ conferir meu post de hoje! <3
    bjs Camila Vaz

    ResponderExcluir
  2. amiga sempre fui contra não gosto e não uso nas meninas
    até ganhei um mais dei na primeira semana
    amei a postagem muito informativa
    Nanda
    beijokas
    Linda Noite

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. Olá adorei a texto que vcs compartilhou!...eu também acredito que é um passo muito importante e vai trazer segurança a todas as crianças......fica minha dica de um andador de macacãozinho que uso no meu filho, no site www.andanenem.com.br, também sou contra aos andadores tradicionais....Beijos

    ResponderExcluir